Os investimentos no setor começam a virar realidade

Há alguns anos temos mostrado às empresas do setor de insumos, sejam fabricantes, sejam distribuidores, que as análises de estrutura de mercado indicam para uma concentração e um processo de atração de investimentos. De alguma maneira, esse processo tem sido lento, mas casos ocorridos nos últimos anos de entrada de parceiros estratégicos e fundos, como ocorrido na Ceagro Los Grobo (agora Agrex) e mais recentemente na Agroamazônia, reforçam que as tendências de confirmaram. De fato, acreditamos que estão apenas começando a virar realidade. Distribuidores de menor porte também já se organizam em melhorarem suas operações, planejando fusões entre empresas com certa proximidade e sinergia. Esse processo não envolve diretamente novos investimentos, mas permitem alguns ganhos de eficiência e é o primeiro passo para se conseguir melhores resultados, escala, barganha e também se preparar para uma atração de investimentos mais robusta em um futuro próximo. Sabemos de diversos desses casos, mesmo que muitos ainda não públicos.

Conteúdo restrito - faça seu acesso gratuito abaixo

AGRODISTRIBUIDOR


Ou entre informando seu melhor email

Matheus Albeto Cônsoli – Especialista em Estratégias de Negócios, Gestão de Cadeias de Suprimentos, Distribuição e Marketing, Vendas e Avaliação de Investimentos. Doutor pela EESC/USP. Mestre em Administração pela FEA/USP. Administrador de Empresas pela FEA-RP/USP. Professor de MBA’s na FUNDACE, FIA, FAAP, PECEGE/ESALQ, entre outros.
Email: consoli@markestrat.org

Outras Publicações