Como está o gerenciamento do fluxo de caixa da sua empresa?

Repara-se que grande parte dos canais de distribuição de insumos agrícolas (CDIAs) não administra corretamente o fluxo de caixa financeiro. A falta de conhecimento técnico, processos operacionais inadequados, carência de ferramentas sistêmicas de informática (TI), complexidade comercial do negócio, entre outras particularidades do setor de distribuição dificultam a demonstração dinâmica de informações financeiras nos CDIAs...

Repara-se que grande parte dos canais de distribuição de insumos agrícolas (CDIAs) não administra corretamente o fluxo de caixa financeiro. A falta de conhecimento técnico, processos operacionais inadequados, carência de ferramentas sistêmicas de informática (TI), complexidade comercial do negócio, entre outras particularidades do setor de distribuição dificultam a demonstração dinâmica de informações financeiras nos CDIAs. O fluxo de caixa é importante porque tem a função de evidenciar a vida financeira da empresa, por isso, costuma-se dizer que é o ?coração? de um negócio. A ferramenta de fluxo de caixa representa a previsão, o controle e o registro de entradas e saídas monetárias durante um determinado período. Por meio dele obtêm-se as informações sobre a situação de liquidez da empresa que por sua vez possibilita ao gestor a tomada antecipada de decisões de otimização da alocação dos recursos. Ou seja, o fluxo de caixa é um termômetro que indica num dado momento da operação da empresa, se há necessidade de captação de recursos financeiros ou se os recursos estão sobrando. O objetivo principal do fluxo de caixa é equilibrar os ingressos e desembolsos no caixa da empresa. Com a sua adoção como ferramenta gerencial, a empresa consegue se planejar estrategicamente para obter maior transparência financeira de curto, médio e longo prazo. Isso possibilita à empresa ter mais agilidade e fundamentos nas suas tomadas de decisões financeiras. Especialmente nos canais de distribuição de insumos agrícolas o gerenciamento do fluxo de caixa é extremamente relevante por conta da alta alavancagem financeira em que os mesmos operam. Qualquer escassez de recursos fora do planejamento estratégico destas empresas por um dado período pode ocasionar enormes prejuízos financeiros e até a falência em casos extremos.

Outras Publicações